Jornada de Cooperação Internacional UFPA promove conferências com pesquisadores estrangeiros

Este ano, a Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPESP) e a Pró-Reitoria de Relações Internacionais (PROINTER) iniciaram a agenda da Jornada de Cooperação Internacional UFPA [www.facebook.com/JornadaCooperacaoInternacionalUFPA],  que promoverá uma série de conferências abertas com pesquisadores de diferentes nacionalidades e áreas de conhecimento, com transmissão ao vivo pelo site www.aovivo.propesp.ufpa.br. A Jornada integra as ações do Programa de Apoio à Cooperação Interinstitucional (PACI) da Universidade Federal do Pará (UFPA), que financiará a visita de cerca de 20 pesquisadores (as) à instituição em 2017.

Duas conferências da programação já foram realizadas, uma na última sexta-feira, 25 de agosto, com o Prof. Dr. Rodrigo Pinto Antunes Cunha, da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (Portugal), e o Prof. Dr. Rui Daniel Schröder Prediger, do Departamento de Farmacologia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), no Auditório do Prédio de Pós-Graduação do Instituto de Tecnologia (PGITEC). A segunda ocorreu hoje, 1º de setembro, no Auditório Prof. Hailton Correa Nascimento do Instituto de Ciências Jurídicas (ICJ), com o Prof. Dr. Lawrence P. Cahalin, da Escola de Medicina da University of Miami (Estados Unidos).

A primeira conferência

No dia 25 de agosto, para abrir a Jornada, estiveram presentes o Prof. Dr. Claudio Fabian Szlafsztein, Diretor de Acordos da PROINTER e a Profa. Dra. Maria Iracilda da Cunha Sampaio, Diretora de Pós-Graduação da PROPESP. Os gestores destacaram a importância dessa ação para o estabelecimento e fortalecimento de cooperações internacionais e a socialização do conhecimento.

Neste primeiro dia de atividades, a Jornada reuniu mais de 200 pessoas, entre discentes e docentes da graduação e da pós-graduação, principalmente das áreas das Ciências Biológicas e da Saúde. As boas vindas aos convidados foram dadas pelo Prof. Dr. Enéas de Andrade Fontes Júnior, Diretor da Faculdade de Farmácia, e pela Profa. Dra. Marta Chagas Monteiro, Vice-Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas (PPGCF) da UFPA. As conferências integraram ainda a programação de encerramento da II Jornada Acadêmica da Faculdade de Farmácia.

O Prof. Dr. Rodrigo Pinto Antunes Cunha, da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra, proferiu a conferência com o tema “Caffeine and adenosine - receptor control of mood”. Doutor em Bioquímica pela Universidade de Lisboa, o pesquisador apresentou os resultados de estudos e experiências com animais em laboratório, realizados ao longo de 20 anos, para avaliar em que medida a cafeína interfere positivamente no tratamento de doenças como depressão, ansiedade e demais transtornos de humor.

“Meu objetivo é deixar uma indicação de que existe uma alternativa terapêutica para prevenir essas doenças e tratá-las. São estudos que julgo pertinentes e que podem contribuir para os avanços já alcançados pela Universidade Federal do Pará neste campo”, explicou. O professor apontou ainda a importância de encontros acadêmicos como a Jornada de Cooperação Internacional UFPA para incentivar novas pesquisas e ensaios clínicos: “O futuro depende desta nova geração de pesquisadores”, finalizou.

Ricardo Paraense, graduando do oitavo semestre do curso de Farmácia, conta que esta foi a segunda conferência do professor que acompanhou: “Eu o considero um dos mais relevantes autores da área na literatura científica. Só tenho a agradecer à UFPA pela oportunidade de prestigiá-lo mais uma vez”.

Encerrando a programação desse dia, o Prof. Rui Daniel Prediger, doutor em Farmacologia pela UFSC, abordou em sua conferência as particularidades do Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH). O pesquisador explicou que o TDAH é um distúrbio neurológico crônico, caracterizado por um perfil de comportamento que apresenta sinais de hiperatividade, desatenção e impulsividade. Foram apresentadas pesquisas sobre o fármaco metilfenidato, mais conhecido como Ritalina, ministrado para combater sintomas causados pelo TDAH, destacando os riscos e efeitos adversos provocados pela droga, como insônia, perda de apetite e irritabilidade. Desse modo, o professor apontou a cafeína como uma alternativa, devido a seus efeitos benéficos, comprovados cientificamente, que podem atenuar o distúrbio de maneira menos agressiva ao organismo.

A segunda conferência

No dia 01/09, a partir 9h30, o Prof. Dr. Lawrence P. Cahalin, da Faculdade de Medicina da University of Miami, proferiu a conferência com o tema “Exercise Physiology in Health and Disease”. O professor, que há 14 anos trabalha em projetos de cooperação com o Brasil, tratou sobre as implicações que o diálogo entre Engenharia Biomédica e a pesquisa sobre reabilitação física podem ter sobre a área da Saúde. Destacando a respiração como atividade central para os movimentos físicos do corpo humano, o convidado apresentou pesquisas que se direcionam ao estudo da respiração e dos músculos envolvidos no ato de inspirar e expirar.

Entre os aspectos que foram discutidos na conferência, estiveram os testes e treinamentos que são feitos para medir e expandir a capacidade respiratória, bem como a resistência do indivíduo, principalmente em atletas e pessoas que praticam atividades físicas. Como exemplo, o Prof. Lawrence apresentou o chamado Test of Incremental Respiratory Endurance (TIRE), desenvolvido a partir de processos de educação, pesquisa e colaboração entre as áreas da Engenharia Biomédica e Fisioterapia. Foi ressaltada também, pelo pesquisador, a importância de unir as pesquisas no campo da Saúde com os avanços nessas áreas, gerando estudos colaborativos e interdisciplinares capazes de proporcionar formas mais eficazes e precisas de testar e melhorar a capacidade respiratória.

Para além de atletas de alta performance, o conferencista destacou que testes e treinamentos respiratórios podem ajudar idosos e pessoas com doenças respiratórias, como a asma, a respirarem melhor, se cansarem menos e usarem uma quantidade menor de remédios, proporcionando a estes indivíduos uma melhor qualidade de vida. “Respirar é a força motriz dos nossos movimentos. É o ato de respirar que dá o impulso, a energia para que nós nos mexamos. Por isso esses estudos são tão importantes”, comentou.

Sobre a Jornada

A Profa. Dra. Maria Elena Crespo Lopez, do Instituto de Ciências Biológicas (ICB), avaliou positivamente a iniciativa das Pró-Reitorias em incentivar a parceria entre instituições nacionais e internacionais. “Esta é uma oportunidade de conhecer pesquisadores que são considerados referências em suas áreas de atuação, trocar experiências e fomentar em nossos alunos o interesse pela pesquisa científica”, afirmou.

A Profa. Dra. Laura Maria Tomazi Neves, da Faculdade de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da UFPA, também ressaltou a importância da iniciativa da Jornada de Cooperação Internacional UFPA para a pesquisa na Universidade: “O programa nos proporcionou não sermos apenas consumidores de conhecimento, mas sim, de fazer um real intercâmbio, apresentando os estudos que temos desenvolvido aqui e acolhendo as experiências de outras propostas de trabalho de fora do país. A visita do professor Lawrence Cahalin à UFPA nos permitiu visualizar novas oportunidades de pesquisa em colaboração, estreitar laços e formar uma verdadeira rede”, conta a professora.

Próxima programação

Ao longo de 2017, serão realizadas ainda conferências com pesquisadores oriundos de 10 países: África do Sul, Austrália, Bélgica, Cabo Verde, Canadá, Estados Unidos, Inglaterra, Panamá, Portugal e Suécia. As informações sobre as próximas conferências poderão ser acessadas, em português e inglês, na página www.facebook.com/JornadaCooperacaoInternacionalUFPA.


 

Prédio da Reitoria - 3° andar Rua Augusto Corrêa - Guamá 66075-110 Belém, PA, Brasil Tel.: (91) 3201-7211 - prointer@ufpa.br